21 de agosto de 2016

Eduardo Pessoa é candidato a prefeito de Xique-Xique pelo PSB

“Preguiçoso não terá vez comigo, mas quem quiser trabalhar e ajudar fazer de Xique-Xique um município próspero, vem comigo, pois juntos vamos chegar e resolver”

Eduardo Pessoa, 50 anos, é empresário, e candidato a prefeito de Xique-Xique, pelo PSB. Com o slogan de campanha ‘É pra chegar e resolver!’, o candidato promete agir imediatamente, caso saia vitorioso em 2 de outubro. Diz que não perderá tempo culpando quem não fez nada, nem se apegará a obras dos governos estadual e federal. “Preguiçoso não terá vez comigo, mas quem quiser trabalhar e ajudar fazer de Xique-Xique um município próspero, vem comigo, pois juntos vamos chegar e resolver”, diz em entrevista.

 

Jornal Pagina Revista | Eduardo Pessoa, em 31/7/2016, o PSB realizou convenção municipal através da qual foi definida a sua candidatura a prefeito de Xique-Xique para a eleição que acontecerá em 2 de outubro. Quais foram os critérios utilizados para a escolha do seu nome?

 

Eduardo Pessoa | Erasmo, o processo foi democrático, como sempre acontece com as pessoas que são livres, pois [elas] têm o direito de colocar os seus nomes para serem avaliados; bem como discutir ideais, o que só enriquece o debate tirando o melhor de cada um para Xique-Xique. Através de pesquisa decidimos o candidato, e para este momento o povo escolheu o meu nome.

 

Pagina Revista | Na maior parte do tempo relativo à gestão do atual prefeito de Xique-Xique, Alfredo Ricardo Bessa Magalhães, você teceu críticas à sua administração. Considerando-se que Reinaldo Braga Filho representa a candidatura de oposição ao prefeito Ricardo, você se considera representante da situação?

 

Eduardo Pessoa | Saí do atual do governo no momento que não concordei com a forma do mesmo administrar. Minha candidatura nasceu da vontade popular, e como já disse, em um processo democrático. Nunca me vi como oposição ou situação, e sim, como alguém preocupado com Xique-Xique, e coloco meu nome como uma alternativa de mudança, com a experiência de 40 anos de trabalho [como empresário] gerando emprego e renda em Xique-Xique.

 

Pagina Revista | Você é tido com um dos homens públicos mais presentes nas discussões do processo político de Xique-Xique. Há quem diga que você não se estabiliza por muito tempo nas alianças políticas de que participa nos períodos de campanha, ao menos no tocante às eleições municipais. Por que você, como candidato, não consegue manter-se aliado politicamente com os prefeitos que ajuda a eleger, a exemplo de Dr. Magalhães, em 2001, do qual, inclusive, foi vice-prefeito, e Ricardo, em 2012?

 

Eduardo Pessoa | Elegemos um governante e sempre esperamos algo dele, uma forma diferente e arrojada de administrar e, quando isso não acontece, temos dois caminhos: aceitar ou recusar. E o que tenho feito quando não concordo, é recusar, por não conseguir ajudar a mudar. Assim, tenho me afastado dos governos que discordo da forma de governar. Acredito que eu como prefeito, se não agradar, muitos se afastarão de mim da mesma forma. Até aqui só tenho sido verdadeiro, expondo minha opinião e posição.

 

Pagina Revista | O prefeito Ricardo, que tinha legalmente o direito de se candidatar à reeleição, desistiu, e indicou o seu vice, Lula, para ocupar o seu lugar. Lula, também desistiu e, Ricardo convidou Drª Simone Cosmo, que aceitou o convite; mas que, semanas depois, por conta de uma ‘suposta pesquisa’ interna envolvendo o nome dela e o seu, teve protelado o sonho de ser a primeira mulher a governar Xique-Xique. Você acredita que os eleitores que pretendiam votar em Dra. Simone tenderão a votar na sua candidatura ou, pelo de fato de terem ficado tristes com a descontinuidade da pré-candidatura dela, preferirão trilhar o caminho da candidatura do ex-prefeito Reinaldo Filho?

 

Eduardo Pessoa | Todo este processo foi democrático e acredito que quem ganha é a população por ver que há várias pessoas que podem ser candidatos e candidatas ao poder executivo sem imposição como se alguém fosse dono de Xique-Xique. O que aconteceu é que nomes jovens e filhos de Xique-Xique que moram, trabalham e investem suas vidas aqui, colocam seus nomes como alternativa para ver nosso Município melhor. E estes pré-candidatos (as) estarão juntos, pensando no melhor, por uma Xique-Xique livre, que possa progredir através do seu povo e do potencial que tem o Município. Por isso, tenho certeza que o povo estará com a gente pela melhor proposta, pelo melhor nome para uma Xique-Xique de todos.

 

Pagina Revista | Chegou-se a cogitar a hipótese de três candidatos a prefeito no Município: Reinaldo Filho, como oposição; Drª. Simone, como situação; e a sua, como candidato independente. No entanto, tal como o ex-prefeito Reinaldo Filho dizia três ou quatro anos atrás, os adversários dele iriam se juntar numa só candidatura para enfrentá-lo nas urnas. Para você, Eduardo, o que é mais importante? Evitar que Reinaldo Filho volte à Prefeitura, ou fazer com que sua candidatura, pelo PSB, seja vitoriosa em 2 de outubro?

 

Eduardo Pessoa | Por incrível que pareça, Erasmo, esta ideia de dois candidatos contra o ex-prefeito, foi criada pelo grupo do ex-prefeito numa tentativa de nos desestabilizar. O que importa pra mim, é Xique-Xique; o que desejo é contribuir e fazer de minha terra um lugar melhor para todos nós, pois é aqui que tenho minha vida, a vida de toda a minha família, dos meus amigos e conterrâneos, e do nosso povo, como também os meus negócios. E se Xique-Xique melhora, é mais oportunidade de vida para todos nós.

Quem evitará com que o ex-prefeito não volte, será o povo, pois ele não tem compromisso com Xique-Xique, logo que só vem aqui atrás do voto, e só quer a prefeitura. Se não tem [a prefeitura], vai embora.

 

Pagina Revista | Se você não saísse candidato a prefeito de Xique-Xique e constatasse apenas as candidaturas de Reinaldo Filho, ex-prefeito com grande experiência administrava e política, e a de Dra. Simone, grande médica, mas sem qualquer aptidão em política e, tampouco, em administração pública, qual delas receberia o seu apoio e o seu voto?

 

Eduardo Pessoa | Primeiro que não vejo o ex-prefeito com esta experiência toda citada por você, nem administrativa e tão pouco política, uma vez que não tem qualquer exemplo a dar da sua vida. As lojas que abriu, todas fecharam em Xique-Xique, o que denota falta de controle e visão administrativa. É muito fácil administrar o dinheiro público que chega sem você fazer qualquer esforço para adquirir. Politicamente, é uma pessoa temperamental, sem desenvoltura e falta-lhe o respeito aos seus adversários, o que demostra grande falta de habilidade. Não aprendeu com pai que tem. Além do mais, jamais votaria em quem foi condenado pelo TCM com tão grave acusação pela a devolução de tão vultosa quantia.

Se o nome de Dra. Simone fosse escolhido da forma como o meu foi, no processo democrático, com toda certeza teria meu apoio, uma vez que tem o nome limpo, mora em Xique-Xique, acredita e investe sua vida aqui.

 

Pagina Revista | O povo que elegeu o prefeito Ricardo Bessa se sentiu enganado, o que, talvez, tenha sido a razão da desistência do prefeito de tentar a reeleição. Você também se sentiu enganado pelas promessas do atual prefeito?

 

Eduardo Pessoa | Como disse anteriormente, quando não concordo com a forma de governar, eu me afasto. Cada prefeito tem sua forma de governar e enfrentar seus desafios e problemas. Não há um sentimento de enganação, eu só não concordo com a forma de administrar.

 

Pagina Revista | Você é um empresário conceituado. Pleitear uma candidatura dispende tempo e dinheiro. Qual seu verdadeiro intuito ao candidatar-se a prefeito por Xique-Xique?

 

Eduardo Pessoa | A vida é feita de desafios e chega uma hora que você quer um desafio maior.
Como sou uma pessoa realizada na minha vida, quero ajudar minha terra mostrando que é possível administrar Xique-Xique de forma a fazer nosso Município se desenvolver através do trabalho, da produção e da valorização do nosso povo. Não me conformo de ver Xique-Xique ‘parada no tempo’, enquanto outras cidades vizinhas crescem. Quero mostrar que é possível fazer melhor e diferente, para que Xique-Xique volte a crescer, ter uma saúde melhor, ter água de qualidade, voltar a produzir com agricultura, pecuária, e piscicultura, gerando emprego e renda, melhorando a vida do povo da Zona Rural com melhores estradas, como também limpar o canal do Guaxinim para que o povo das ilhas e ribeirinhos possa navegar; investir em nossos jovens, valorizar nossos profissionais etc., e não fazer da prefeitura uma morada como se fosse propriedade privada. O povo terá a oportunidade de avaliar nossas propostas de governo e ver que queremos chegar e resolver.

 

Pagina Revista | O candidato parece estar decidido a governar o Município. Quais são seus melhores planos para Xique-Xique nas áreas da Saúde, Educação, e Segurança?

 

Eduardo Pessoa | Não sei se você abriria espaço para colocarmos as nossas principais propostas nestas três áreas, as quais estão grifadas no nosso plano de governo. Mas pontuaremos alguns pontos e cada área apontada por você.


Saúde: Municipalização da saúde de Xique-Xique, onde os dois hospitais passarão a ser de responsabilidade do Município, voltando assim, a realizar cirurgias de pequeno e médio porte, além de diversos outros exames e procedimentos.
Ampliação das equipes de Saúde da Família na sede e Zona Rural, diminuindo as filas de espera para atendimento, oferecendo um atendimento mais rápido e de maior qualidade para a população.


Educação: Valorização dos profissionais da Educação com abertura ao diálogo, assegurando direitos e benefícios em todos os setores.
Implantação do regime de ensino em tempo integral para o ensino fundamental visando promover maiores ganhos no processo de educação, além de deixar os pais livres para o trabalho.


Investimento em transporte de qualidade para professores e alunos, aliado a pavimentação das estradas, permitindo assim, um trânsito de veículos mais seguro e confortável para atendê-los.


Segurança: Apoio e parceria com os comandos das Polícias Civil, Militar e CIPE para que as mesmas possam melhor atender as demandas do Município e dar melhor segurança a toda sociedade.
Criação da Guarda Municipal para resguardar e inibir atos que venham colocar em risco a sociedade, o bem público, residências e comércio com investimento em mais câmeras de vigilância na cidade.

 

Pagina Revista | Caso eleito, cumprirá quanto de suas promessas? Ainda na hipótese de eleger-se, iniciará com trabalhos, ou ficará com o já conhecido discurso de ‘primeiro vamos arrumar a casa’?

 

Eduardo Pessoa | Erasmo, o nosso slogan de campanha é bem claro. É pra chegar e resolver! É juntar a nossa experiência com a juventude e a coragem de trabalhar. Sem ficar de conversa fiada, culpando quem não fez e nem se apegando a obras dos governos federal e estadual para tirar proveito político. Queremos mostrar serviço porque é assim que fazemos no dia a dia. Trabalho desde adolescente e sei que o trabalho é a única forma de fazer um povo mudar de vida. Quero dar o meu maior exemplo, que é trabalhar, para minha terra e para meu povo. Preguiçoso não terá vez comigo, mas quem quiser trabalhar e ajudar fazer de Xique-Xique um município próspero, vem comigo, pois juntos vamos chegar e resolver.

 

Pagina Revista | Suas considerações finais, por favor.

 

Eduardo Pessoa | Agradeço ao Pagina Revista pela oportunidade de poder levar ao povo de Xique-Xique um pouco do que penso, e quero fazer por nosso Município. E quero, também, convidar a todos para esta luta de ‘uma Xique-Xique melhor para todos, e não para uns’.

Tenho certeza de que um povo que acredita em si não precisa de salvadores da pátria, e sim, de quem possa, junto com ele, trabalhar para que cada dia seja melhor que o outro.

 

*Entrevista exclusiva ao jornal Pagina Revista, versões impressa e online.