19 de abril de 2017

Subsecretário da Semur é suspeito de assediar funcionária do PV; ala feminina o defende

Militantes do PV Mulher escreveram uma carta pública em que declaram apoio a Valcy Evangelista, alegando que não há nenhum fato anterior à denúncia.

O subsecretário Municipal de Reparação (Semur), Valcy Evangelista da Silva, é suspeito de ter assediado sexualmente uma funcionária do Partido Verde (PV).

 

A denúncia foi feita pela própria vítima na 7ª Delegacia Territorial (DT/Rio Vermelho), onde o suspeito prestaria depoimento na manhã desta terça-feira (18). A oitiva foi remarcada para a tarde desta quarta-feira (19), de acordo com informações de A Tarde.

 

Militantes do PV Mulher escreveram uma carta pública em que declaram apoio a Valcy Evangelista, alegando que não há nenhum fato anterior à denúncia. "Durante todo seu tempo na liderança das atividades partidárias, sempre teve uma postura de respeito e, principalmente, incentivo à participação feminina na política e contra o machismo e sexismo na sociedade, bandeiras históricas do Partido Verde", dizem as mulheres do PV.

 

No documento as correligionárias ainda afirmaram que a denúncia tomou todas de surpresa. Assinaram a carta pública as militantes Lucineide Santos, Edna França, Maria Alice de Jesus, Morgana de Oxóssi, Sonia Andrade, Conceição Marques, Paula Kalanta de Deus, Lucineide Nascimento, Edna Nunes, Veralice de Mendonça, Maria Luiza dos Santos, Eliana Maria Costa, Elisabete Mendonça e Tatiane Bonfim.

 

http://www.bahianoticias.com.br/